Avelã

Avelã

A cultura aveleira é feita sobretudo nos países mediterrâneos, sendo que em Portugal as principais regiões produtoras são a Beira Litoral e Interior e Trás-os-Montes.

Dica do Chef:

Experimenta saltear ligeiramente o miolo da avelã e nota que o sabor libertado pela avelã é bastante superior. Na gordura por ela libertada podem ser fritos alguns dos ingredientes da confeção onde a mesma vai ser utilizada.

Escolher bem:

Escolha avelãs com casca inteira, sem furos e que não façam ruídos quando agitadas, o que significa que têm uma boa proporção entre o miolo e a casca.

Dicas de conservação:

À temperatura ambiente: num local seco e ao abrigo da luz.

No frigorifico: num recipiente fechado hermeticamente.

Marmelo

Marmelo

O marmelo é um fruto com uma polpa muito rija e amarga. Devido a estes fatores é um dos poucos frutos comestíveis que não se consome cru. As flores do marmeleiro são comestíveis, utilize-as nas suas receitas para dar um sabor diferenciador, aproveite as flores também para dar um aspeto diferente ao prato.

Dica do Chef:

Farto de fazer marmelada e geleia? Já pensou em aproveitar os melhores marmelos para acompanhar os seus pratos de carne em substitução dos legumes? Ouse fazer diferente!

Escolher bem:

Sem nódoas escuras, com "carne" consistente e sem amassadelas. Deve ter-se atenção ao grau de rigidez, pois é um fruto que deve estar ligeiramente rijo.

Dicas de Conservação:

No frigorifico: podem durar até uma semana, depois de maduros.

Cenoura

Cenoura

Pobre em calorias, destaca-se pela quantidade de vitamina A e carotenos que oferecem, sendo por isso benéficas para a pele e para os olhos.

Dica do chef:

Da cenoura tudo conhecemos! Considerada legume aromático, podemos, e devemos, utilizar a casca para enriquecer caldos. Descasca com descascador de legumes para mais rendimento.

Escolher bem:

Dê preferência às que estão bem formadas, com uma cor viva, pele suave e tamanho mediano. Opte pelas mais pequenas se for cozinhar inteiras ou pelas mais grossas se as for utilizar na sopa.

Dicas de conservação:

No frigorífico: em saco fechado até 2 semanas.

Espinafres

Espinafres

Com baixo valor energético, os espinafres são ricos em vitaminas e minerais. Por conterem ácido oxálico não se recomendam a pessoas com artrite, gota e cálculos renais.

Dica do Chef:

Para manter toda a cor e sabor, coza-os a vapor. Pouco utilizado a crú, experimenta cortar em juliana grossa e servir numa salada. Diferente e delicioso!

Escolher bem:

Opte pelos que têm folhas verde-escuras, brilhantes, lisas e viçosas.

Dicas de Conservação:

À temperatura ambiente: cerca de um dia.

No frigorífico: num saco de plástico perfurado, durante 4 a 5 dias.