Ingredientes de Origem Sustentável

Ingredientes de Origem Sustentável

Reduzir a nossa pegada ambiental é um compromisso que levamos muito a sério.

 

A nossa ambição é ter 100% das matérias-primas agrícolas de origem sustentável, até 2020. No final de 2015, 60% das matérias-primas agrícolas eram de origem sustentável.

No final de 2015, 100% do chá das saquetas Lipton tem a certificação da Rainforest Alliance, que garante a sua origem sustentável;

  • No final de 2015, 92% dos 13 principais vegetais e ervas utilizados nos molhos, sopas e temperos Knorr já eram cultivados de modo sustentável;
  • No final de 2015, 43% do óleo de soja, 45% do óleo de girassol e 76% do óleo de colza eram de origem sustentável;
  • No final de 2015, 98% do cacau utilizado nos gelados Magnum tinha certificado Rainforest Alliance;
  • No final de 2015, 59% dos laticínios eram provenientes de origem sustentável.

 

Agricultura sustentável – rigor e responsabilidade

Agricultura sustentável – rigor e responsabilidade

A nossa ambição é ter 100% das matérias-primas provenientes de agricultura sustentável até 2020.

O que significa “Ingredientes de origem sustentável"?

Para que os ingredientes sejam considerados de origem sustentável, a Unilever avalia os seus fornecedores com 11 indicadores de âmbito económico, ambiental e social, que incluem: solo, nutrientes, biodiversidade, gestão de pestes, energia, água, gestão de culturas, bem-estar animal, capital humano e social e economia local.